Prática associada a tecnologia irá gerar R$1 milhão de economia com energia elétrica na UFPR

A Universidade Federal do Paraná foi selecionada para participar de um Programa de Eficiência Energética (PEE) promovido pela Copel e regulado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). A expectativa do projeto é economizar R$ 1 milhão por ano no custeio da energia elétrica com boas práticas associadas a tecnologia. Ao todo, serão substituídas 40 mil lâmpadas convencionais e fluorescentes por lâmpadas LED, também serão instalados painéis solares, para criação de uma miniusina, tudo associado a campanhas educativas junto ao usuário final.

Na UFPR oito setores em Curitiba serão beneficiados com a implementação do programa. São eles: Centro Politécnico, Ciências Agrárias, departamento de Engenharia Elétrica, Escola Técnica, Jardim Botânico, Prédio Histórico, Pólo de Comunicação, Reitoria e Setor de Ciência da Saúde e Ciências Biológicas.

Os resultados de algumas iniciativas são imediatos. Com a substituição das lâmpadas menos eficientes por LED será possível aumentar a iluminação do ambiente ao mesmo tempo em que se reduz os gastos com energia elétrica, pois a tecnologia possui alto rendimento e baixo consumo. Além disso, lâmpadas LED também se destacam por possuir maior durabilidade, o que vai impactar na manutenção do sistema.

SOBRE O PEE – O Programa de Eficiência Energética – PEE é realizado pela Copel em atendimento à legislação vigente, que determina às concessionárias e permissionárias de serviços públicos de distribuição de energia elétrica que apliquem o valor equivalente a 0,5% de sua receita operacional líquida anual no desenvolvimento do programa, de acordo com o regulamento estabelecido pela ANEEL. O projeto em execução na UFPR foi selecionado na Chamada Pública Copel VPDE 001/2017 e está sendo realizado pela universidade em parceria com a FUNPAR.

Para visualizar melhor acesse: http://bit.ly/copel_ufpr_beneficios

>> Mais notícias

>> Promoções

>> Agenda Cultural

0 Comentários
© Copyright - UNIFM 2018.