SEGUNDO O SERVIÇO DE PROTEÇÃO AO CRÉDITO, PAGAMENTO DE DÍVIDAS FOI PRIORIDADE DOS PARANAENSES

Dois milhões de paranaenses já resgataram o dinheiro das contas inativas do FGTS. Isso significa que três bilhões de reais foram injetados na economia do estado. Segundo uma pesquisa realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito, noventa e um por cento dos trabalhadores usou o benefício para quitar dívidas atrasadas. Destas, a fatura do cartão de crédito foi a primeira opção de pagamento dos paranaenses. Apenas seis por cento usaram o dinheiro para fazer compras ou poupar.

O prazo limite para sacar o FGTS termina no dia 31 deste mês.

>> Mais notícias

>> Promoções

>> Agenda Cultural

0 Comentários
© Copyright - UNIFM 2016.