Sobe para sete o número de mortes por gripe no Paraná, segundo o último boletim divulgado pela Secretaria da Saúde do Estado.

Até 18 de abril, cinco óbitos tinham sido registrados. As duas novas mortes foram em Londrina e em Foz do Iguaçu.

A campanha nacional de vacinação contra gripe é realizada até 1º de junho. A meta é vacinar 90% do público-alvo. Em Curitiba, a vacina estará disponível em todas as unidades de saúde para pessoas com 60 anos ou mais, crianças de 6 meses a 4 anos de idade, gestantes, mulheres que tiveram bebê a menos de 45 dias, profissionais de saúde, indígenas, portadores de doenças crônicas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e professores das instituições públicas e privadas.

A vacina é contraindicada apenas para quem apresentou reação em doses anteriores ou tenha alergia grave ao ovo de galinha e seus derivados.

FALANDO EM GRIPE…

Chegada do frio merece atenção aos cuidados com a gripe! A brusca queda de temperatura no Paraná acende o alerta aos cuidados com a gripe. A higienização das mãos, uso do álcool gel, manter os ambientes bem ventilados e utilizar lenços descartáveis ou cobrir o nariz e a boca ao espirrar ou tossir são atitudes que podem diminuir o contágio.

O diretor do Centro Estadual de Epidemiologia, João Luis Crivellaro, explica que a gripe é transmitida pelo contato com gotículas espalhadas pelo ar por meio de tosse, espirro ou até mesmo a fala de pessoas que estejam contaminadas.

Crivellaro ainda reforça a importância da população, especialmente os grupos de risco, em tomar a vacina da gripe.

Previna-se e fique atento aos prazos da campanha de vacinação!

>> Mais notícias

>> Promoções

>> Agenda Cultural

0 Comentários
© Copyright - UNIFM 2018.