MOTORISTAS JÁ SOFREM COM MULTA NO INÍCIO DO ANO POR LEVAR OS EQUIPAMENTOS DE FORMA INCORRETA

Quem pretende pegar a estrada e vai levar bicicleta ou prancha de surfe deve ficar atento para não levar multa. Somente nestes primeiros dias de janeiro cerca de um milhão de veículos trafegaram pelas rodovias estaduais do Litoral e seis motoristas foram autuados pelo transporte incorreto.

Segundo o coordenador do policiamento rodoviário estadual, tenente Ricardo Martins, o item transportado não deve provocar ruído, ocultar a placa e nem exceder a largura ou outras dimensões do automóvel.

Para resolver o problema de obstrução da placa é necessário instalar uma segunda placa de identificação na traseira do automóvel, conforme estabelece o Contran. O chefe do Ciretran, Valmir Moreschi, explica que a placa precisa ser lacrada no para-choque ou carroceria.

PRANCHA

No caso da prancha de surfe, essa deve ser levada no teto do veículo, presa a racks fixos. Assim como as demais cargas, ela não pode ultrapassar o limite frontal e lateral do veículo e nem impedir, mesmo que parcialmente, a visibilidade do motorista. A regra vale também para todos os tipos de pranchas, como de stand up paddle.

A penalidade para quem descumprir qualquer uma das regras de transporte é infração grave com multa de R$195,23, além de cinco pontos na Carteira de Habilitação e retenção do veículo até que a situação seja regularizada.

>> Mais notícias

>> Promoções

>> Agenda Cultural

0 Comentários
© Copyright - UNIFM 2018.